Impacto das mudanças climáticas nos animais é subestimado, conclui estudo

15/02/2017

Quase metade dos mamíferos ameaçados de extinção e um quarto das aves já estão sendo afetados pelas mudanças climáticas - um número muito maior do que se pensava anteriormente, descobriram pesquisadores.

Os primatas e elefantes em risco de extinção estão entre os grupos mais afetados pelo aquecimento global, em parte porque se reproduzem lentamente e, portanto, levam mais tempo para se adaptar às rápidas mudanças ambientais, segundo um estudo publicado nesta semana na revista científica "Nature Climate Change".

Enquanto a maioria dos estudos procuram prever o impacto futuro do aquecimento global na sobrevivência dos animais, a nova análise descobriu que, para "grandes quantidades" de espécies ameaçadas, o dano já estava sendo feito.

Os dados sugerem que "o impacto das mudanças climáticas em mamíferos e aves no passado recente é atualmente muito subestimado", disse o estudo.

G1 - Globo | BR

Leia a notícia completa aqui.

Veja o clipping completo