Órgãos ambientais realizam pesquisa em unidades ecológicas de Roraima

15/02/2017

Há pouco mais de duas semanas, órgãos ambientais e entidades de preservação ao meio ambiente vêm realizando levantamento de campo nas estações ecológicas (Esec) de Caracaraí e Niquiá, no Município de Caracaraí, região Centro-Sul de Roraima. O objetivo é atualizar as informações sobre as ocupações e posses rurais existentes nas duas unidades de conservação.

Os trabalhos, realizados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), iniciaram no dia 23 de janeiro e vão até hoje,15. A pesquisa também conta com o apoio do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) e parceria da Superintendência de Patrimônio da União (SPU) em Roraima, Exército e Fundação Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Femarh).

Além da questão fundiária, os pesquisadores estão realizando ações preventivas de combate a incêndios florestais nessas áreas. Nas ocupações e posses rurais, de acordo com os órgãos, é que se originam a maioria dos incêndios florestais ocorridos nas duas unidades de conservação.

Segundo o diretor de monitoramento e controle ambiental da Femarh, Mazenaldo Costa, a pesquisa será fundamental para potencialidades e problemas enfrentados na região. "Isso nos permitirá fazer plano de manejo e utilizar ferramentas que temos contra os incêndios florestais", disse.

Ele destacou que o órgão é gestor do Comitê Interestadual de Prevenção e Combate às Queimadas. "As entidades que estão fazendo essa pesquisa estão dentro desse Comitê. Principalmente os levantamentos dos potenciais para chegar ao plano de manejo das unidades e os dados que serão ferramentas para o nosso planejamento", ressaltou.

Na regularização fundiária, Costa citou a necessidade de as propriedades da região estarem documentadas. "É importante que nossas atividades rurais sejam licenciadas. As propriedades têm que ter o documento para dar entrada no licenciamento ambiental. Temos uma divisão de unidade de conservação onde estamos dispostos a fazer parcerias necessárias para a região", frisou.

Folha de Boa Vista - Online | RR

Leia a notícia completa aqui.

Veja o clipping completo